FEIRA DO LIVRO NA EB1/JI DE LAGOA

Vai realizar-se uma Feira do Livro, na Biblioteca da EB1/JI de Lagoa , de 13 a 16 de Dezembro.

NESTE NATAL, OFEREÇA UM LIVRO!

Questões de uma bibliotecária

Pediram-me que escrevesse o primeiro dos textos, um depoimento pessoal, com carácter mensal e rotativo, que sem ser um texto académico fosse ainda mais importante que isso, uma vez que o mesmo, e os que se seguirão servirão para manter vivo o blog do nosso grupo de bibliotecários.
Perante isto, não poderia deixar de  fazer valer as palavras em prol da consciência e, embora estas não sejam as palavras bem postas e embevecidas com que supostamente deveria começar, ver o grupo de trabalho de professores bibliotecários do município de Lagoa ter sido reduzido em dois dos seus elementos foi desconcertante. Perante tal facto, não posso deixar de ficar indiferente e referir que as mudanças educativas que o Ministério da Educação exigiu serem repentinamente postas em prática, com a junção dos Agrupamentos, e com a alteração da Portaria n.º 756/2009 de 14 de Julho, tivesse tamanho impacto, num só Agrupamento de Escolas: duas bibliotecas sem professores a tempo a inteiro, dois professores bibliotecários a menos, tudo em nome da rentabilização dos recursos, da eficácia e da eficiência. Apenas volvido um ano de vigência do referido diploma legal, o Ministério da Educação procede à revisão dos critérios de fixação dos professores bibliotecários com a Portaria n.º 558/2010 de 22 de Julho, atribuindo às escolas um professor bibliotecário para 400 alunos ou mais, dois professores bibliotecários para 1050 alunos ou mais, três professores bibliotecários para 2100 alunos. Contudo, estes cortes, não se coadunam com os argumentos a favor do investimento público na educação em que segundo a conclusão do relatório retirado de uma sessão de formação do Círculo de Estudos,  A Dimensão Económica da Literacia em Portugal: uma análise; Elementos principais da tese apresentada, este apresentou, para além de qualquer dúvida, que a literacia é um determinante de importância decisiva para o desenvolvimento económico e para o progresso social… a existência de proporções mais elevadas de adultos com baixas competências de literacia reforça o potencial de impacto da literacia nas taxas do PIB e do crescimento da produtividade do trabalho a longo prazo. Contra tudo o que foi referido, O M.E. não se inibe de fazer cortes drásticos na colocação de professores bibliotecários, de acarretar sobrecarga de funções e por fim, como acção motivadora anuncia cortes salariais, em vencimentos superiores a mil e quinhentos euros que, tal como programado, afectará uma grande maioria dos professores!
Por tudo isto é caso para nos interrogarmos e perguntarmos ao M.E.:

Que futuro tem a figura do professor bibliotecário a tempo inteiro?
Será a carreira de professor bibliotecário uma verdadeira carreira?
Valerá a pena investir na formação na área das bibliotecas escolares?

Estas e outras questões inquietam-me e deixam-me indecisa quando se trata de fazer projectos profissionais para o futuro, de investir na formação e na especialização, de nela me poder rever  e sobretudo de a poder ter como um caminho profissional estável e viável.

Outubro de 2010
Rosário Ferreira 

REGULAMENTO DO CONCURSO LITERÁRIO

CONCURSO LITERÁRIO DAS BIBLIOTECAS DO CONCELHO DE LAGOA - Cartazes


Encontro Theka

Disponibilizamos a comunicação apresentada no 1º Encontro Internacional  Theka pela Profª Madalena Santos .
video

1º ENCONTRO INTERNACIONAL THEKA

Cerimónia de Abertura
Decorreu, no dia 29 de Outubro, entre as 9:00 e as 18:00 horas,no Centro Autárquico de Quarteira um encontro subordinado ao tema “Criatividade, partilha e desenvolvimento em Bibliotecas Escolares”
Este evento, destinado a profissionais das bibliotecas escolares, profissionais de bibliotecas ou centros de documentação, docentes e órgãos de gestão das escolas,  foi  uma organização da Câmara Municipal de Loulé e do Projecto Theka do Serviço de Educação e Bolsas da Fundação Calouste Gulbenkian.
Visão geral da sala

Foram intervenientes os seguintes oradores que apresentaram as suas experiências:
  •  Luísa Marquardt, IASL, Directora Regional Europa, Univ. Roma Tre (Itália); 
  • Maria José Vitorino, Coordenação THEKA; 
  • José Saro, Tutor THEKA, Coordenador Interconcelhio RBE (Região Centro); 
  • Madalena Santos, Tutora THEKA Coordenadora Interconcelhia RBE (Algarve); 
  • Lourense Das, Stichting ENSIL, LWSVO (Holanda); 
  • Paulo Izidoro, Coordenador Interconcelhio RBE (Algarve); 
  • Filomena Branco, DREALG; 
  • Angelina Pereira, Tutora THEKA, Coordenadora Interconcelhia (Região Norte) 

Profª Madalena Santos, Coordenadora Interconcelhia

Acção de Formação sobre Literacia Estatítica


Realizou-se, no dia 28 de Outubro, na Escola E.B.2,3 do Parchal, uma acção de formação intitulada “A literacia estatística ao serviço da cidadania: Portal do INE e projecto ALEA – uma primeira abordagem.”

  A acção destinou-se aos professores bibliotecários dos concelhos de Lagoa e Silves e foi dinamizada por uma técnica do Instituto Nacional de Estatística.
Esta iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares e do Instituto Nacional de Estatística tem como objectivos desenvolver a literacia estatística nos alunos e divulgar o projecto ALEA- Acção Local de estatística Aplicada.


O Projecto ALEA disponibiliza excelentes recursos digitais que poderão ser utilizados nas Bibliotecas Escolares e na sala de aula.

Links úteis para mais informações:

Criatividade, partilha e desenvolvimento em Bibliotecas Escolares- Encontro Internacional

Reunião do Grupo de Trabalho

Hoje, dia doze de Outubro, o Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Lagoa realizou a sua 2ª reunião deste ano lectivo. 
Desta vez, o grupo reuniu-se na ESPAMOL. Foram momentos de trabalho e partilha, com algum humor à mistura.

Recursos sobre micro-ficção (Encontro Interconcelhio na BM de Silves)



ENCONTRO INTERCONCELHIO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES

Realizou-se, no dia 12 de Julho, pelas catorze horas, na Biblioteca Municipal de Silves, um encontro interconcelhio de grupos de trabalho das Bibliotecas Escolares de Faro, Lagoa e Silves.
O encontro iniciou-se com uma visita guiada à Biblioteca Municipal de Silves,orientada pelo técnico superior Paulo Pires, que prestou vários esclarecimentos sobre o funcionamento da Biblioteca, seus utilizadores e actividades desenvolvidas.
De seguida, o Paulo Pires apresentou um projecto de Promoção de Leitura que tem desenvolvido com alunos da Escola Secundária e que tem por base o micro-conto. 
Após esta apresentação, teve lugar a palestra com a convidada,  Dr ª Maria José Vitorino. A conversa, conduzida pela coordenadora interconcelhia, Prof ª Madalena Santos, abordou aspectos vários sobre a Bibliotecas: a sua missão e formas de concretização, modelo de auto-avaliação, o papel do professor bibliotecário ...
Foi uma tarde agradável e de muita e proveitosa conversa...

Formação - Biblioteca Escolar - instrumento de desenvolvimento curricular

O Grupo de Trabalho das Bibliotecas do concelho de Lagoa promoveu, durante este ano lectivo,  um círculo de estudos intitulado " Biblioteca Escolar - Instrumento de desenvolvimento curricular".
Os trabalhos realizados no âmbito desta formação encontram-se disponíveis no blogue:
 BIBLIOTECA ESCOLAR - FORMAÇÃO:   

ENCONTRO DE GRUPOS DE TRABALHO

12 DE JULHO | 14.00h
BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SILVES
Encontro interconcelhio de GRUPOS DE  TRABALHO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES (Faro, Lagoa, Silves), com palestra pela
Dr.ª MARIA JOSÉ VITORINO
Org.: Coordenação interconcelhia da R.B.E.

Marketing nas Bibliotecas Escolares, para quê?

Os conceitos de Marketing estiveram no passado associados, quase em regime de exclusividade, às organizações com fins lucrativos, hoje tal não se verifica e a aplicabilidade do marketing saltou para a utilização em diversos tipos de organizações, incluindo as bibliotecas. Esta alteração também se deve à referência em documentos internacionais, como as Directrizes da IFLA (Federação Internacional das Associações e Instituições Bibliotecárias) para as Bibliotecas Escolares.
O Marketing aplicado aos serviços de informação é um instrumento de gestão com o objectivo de identificar, antecipar e satisfazer as necessidades do utilizador, contribuindo para a concretização da Missão da Biblioteca Escolar. Assim, o Marketing servirá para promover os serviços e os recursos informativos, com o objectivo de satisfazer os utilizadores, razão pela qual a biblioteca existe. Sem utilizadores a biblioteca escolar não seria mais do que um local agradável, com um espaço acolhedor, mas com uma utilidade pouco clara perdendo a essência da sua missão: proporcionar informação e ideias para o sucesso, na sociedade actual, baseada na informação e no conhecimento e desenvolver competências para a aprendizagem ao longo da vida.
Em primeiro lugar, há que clarificar a missão da biblioteca escolar e os seus objectivos. Uma biblioteca escolar não existe só porque alguém a montou, mobilou e equipou, existe para que a sua comunidade de utilizadores realize aprendizagem, constituindo-se como um recurso fundamental na operacionalização do Projecto Educativo da Escola onde está inserida. Os utilizadores da biblioteca situam-se em dois grandes grupos : professores e alunos, não excluindo os outros grupos de utilizadores: encarregados de educação e comunidade educativa em geral.
A aplicação das ideias de marketing tem com finalidade ajustar a planificação e a gestão aos objectivos da biblioteca escolar e torná-los tangíveis. A primeira fase implica o conhecimento da organização biblioteca escolar: Qual a missão e os objectivos desta biblioteca, que serviços disponibiliza? Que colecção possuí, que necessidades têm os seus utilizadores? Será que é importante conhecer as necessidades dos diferentes segmentos de utilizadores?
As estratégias de marketing irão responder ao seguinte: o que será feito? Quando? Qual o resultado a atingir?
Desenvolver uma biblioteca escolar assenta em primeiro lugar na consciência da sua missão e da visão do que irá fazer no contexto que serve, num processo adaptado às necessidades.
A biblioteca, ao usar estratégias de marketing, delineia acções de promoção e de melhoria no sentido da qualidade dos seus serviços. Ao analisar toda a sua organização, estará a inovar o processo, no sentido em que acrescenta valor ao que já existe. Não se trata de um processo de acrescentar algo de novo, mas de mostrar e de demonstrar  as potencialidades do que já existe, do que já concretiza. Também acontece transformação e inovação, na medida em que os modelos lineares de planificação e de actuação são questionados e dão lugar a modelos pro-activos, que têm como objectivo ajustar os serviços aos utilizadores com o foco de trabalho na missão, nos objectivos e na qualidade dos serviços.
Nada é tão poderoso no mundo como uma ideia cuja oportunidade chegou (Vitor Hugo)
Madalena Santos

A BIBLIOTECA NA FEIRA DA CIDADANIA

Lagoa, 30 de Maio de 2010
Sair à rua
Saio à rua e vejo a vizinha que mora mesmo ao lado, o filho de alguém, rapaz que balanceia o corpo na negação do caminho dos deveres impostos de futuro.
O marido de qualquer vizinha que trabalha nas Finanças, na loja dos telemóveis ou noutro sítio qualquer.
 O carteiro que carrega deveres, obrigações, esperanças, fechadas em rectângulos. A carrinha do padeiro e até o cheiro do restaurante.
Há pão, há trabalho, há letras, há dúvidas, há insatisfações misturadas numa mesma rua.
Rua, retalho de mundo, rua ligação de vontades, rua espaço aberto ao céu.
Nas ruas há casas abertas e fechadas e há uma grande casa aberta a olhar eternamente, perdidamente apaixonada pela rua, pelo mundo: a Biblioteca.
E há dias, em que até as bibliotecas se gostam de mostrar e com o mesmo à vontade que estão dentro de portas instalam-se na tenda, mesmo no meio da rua, debaixo de um sol convicto e simplesmente abrem as cortinas e convidam todos os passeantes a olhar, olhar para si, para os outros e a deixarem interrogações de caminhos, de ruas já percorridas.
O rapaz que balanceia o corpo não entra na tenda, os balanços são tão fortes que receia as suas consequências, a vizinha olha, acha bonito, nada pergunta com receio de parecer fora do mundo, um marido qualquer aprova com a cabeça, esboça um sorriso e todos os gestos ficam de acordo com o seu pensamento: a educação necessita, necessitará sempre de reforços e a cidadania, certamente, passará por aqui.
As crianças entram, com quem entra na sua casa e instalam-se, e mexem, e remexem e decidem-se, quero isto, não quero aquilo. Quero “ir” ao Magalhães” , quero fazer um desenho, quero ler, quero pintar. Quero, a vontade expressa de quem sabe o que procura ou o conforto da decisão.
Na grande praça do Auditório Municipal estão mais de quarenta tendas de agrupamento de escolas, de associações, de instituições, insufláveis, o palco para os grandes espectáculos de animação, o auditório para os seminários e encontros com escritores e outros, a grande tenda da feira do livro responsabilidade da Biblioteca Municipal e a tenda das Bibliotecas Escolares, no mesmo terreiro, fazendo parte de um todo, mostrando-se e mostrando que o seu lugar é no mundo vivo, no meio da gente, dialogando com quem passa e deixando as marcas da sua existência.
Entra uma criança e faz questão de partilhar a sua nova aquisição, um livro que o pai lhe comprou. Carrega-o com vaidade, qual tesouro, só dela. A professora, que está na tenda, ouve-a e esfrega as mãos, uma contra a outra, em pleno contentemento, aperta a sua voz no mais fundo de si e delicia-se no seu trabalho.

Madalena Santos
Coordenadora inter-concelhia RBE

AS BIBLIOTECAS ESCOLARES DE LAGOA NA FEIRA DA CIDADANIA

O Grupo de Trabalho das Bibliotecas do Concelho de Lagoa participa, pela segunda vez, na Feira da Cidadania, Festa da Criança e Feira do Livro.
Trata-se de uma mostra de serviços e actividades sócio-educativas, culturais, desportivas e recreativas que se realiza anualmente , desde 2006, no concelho de Lagoa (Algarve).

video

MOMENTO DE HUMOR

(Publicado na Folha de 26/05/2010)

OS 1000 SITES MAIS VISITADOS

Os mil sites mais visitados no mundo


A Google divulgou hoje uma lista com os mil sites mais visitados da Web. Chamado de Ad Planner Top 1000 Sites, o relatório tem em consideração apenas visitantes únicos que usaram o serviço de buscas para chegar ao seu destino.
Como de costume, o Facebook está no topo da lista. Com 540 mil visitantes únicos -  um alcance global de 35% - , o Facebook atingiu, em Abril, 570 mil milhões depageviews.



Entre as redes sociais, o Twitter aparece na 18º colocação, seguido do MySpace, na 26,º e do Flickr, na 31º posição. Não há qualquer site português nesta lista - pelo menos nós não o encontrámos.
Este relatório é publicado mensalmente. A lista não leva em consideração sites adultos, redes de anúncios, domínios que não têm conteúdo publicamente visível ou que não carregam correctamente, e alguns sites da Google.

Feira da Cidadania / Festa da Criança / Feira do Livro

À semelhança do que aconteceu no ano anterior, o Grupo de Trabalho das Bibliotecas do Concelho de Lagoa vai participar na Feira da Cidadania do Concelho de Lagoa. Estão todos convidados a passar pelo nosso cantinho ...

2º Encontro de Bibliotecas Escolares do Algarve


Programa
9h30 -  Abertura do secretariado
10h -  Sessão de abertura
 Sua Excelência a Senhora Ministra da Educação ; Presidente da Câmara Municipal de Tavira ; Director Regional de Educação do Algarve ; Coordenadora do Gabinete do Programa da Rede de Bibliotecas Escolares
10h30 -  Conferência
”A Literacia dos média face aos desafios colocados pela Sociedade da Informação e do Conhecimento.”
por Mirian Tavares – Universidade do Algarve e CIAC, Centro de Investigação em Artes e Comunicação
Moderadora Manuela Silva – Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares
11h10 - Debate
11h25 -  Pausa para café (serviço dos alunos do curso CEF- Serviço Mesa, da Escola D. Paio Peres Correia)
11h45 - Web 2.0 e as Bibliotecas
”Web 2.0 – novas oportunidades para as bibliotecas? Comunicar compensa!” por Luísa Alvim – Casa de Camilo – Museu e Centro de Estudos
WEB 2.0 – espaço de partilha e de construção colaborativa de saberes e de competências ao serviço da biblioteca escolar? por Fernando Carmo – Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares
Moderadora Salomé Horta - Biblioteca Municipal António Ramos Rosa (Faro
12h30 -  Debate
13h -  Amoço
14h30 - Conferência – Leitura….“O melhor é ler mais”por Filomena Cravo - PNL
15h  -  Painel Boas Práticas
Moderadora Professora Bibliotecária Ana Cristina - Escola Sec. /3 ciclo. Dr. Jorge Augusto Correia - Tavira
 Projecto "Ver para Ler" - Graça Lobo e Filomena Branco (DREAlg)
A literacia da informação - Luís Brito - AVE de Armação de Pêra (Armação de Pêra)
“Com o Magalhães, uma história de encantar para rir e sonhar" Emília Maria Firmino - AVE Parchal (Lagoa)
A utilização do Moodle: da biblioteca para a escola - Nélia Estevão - AVE João da Rosa (Olhão)
16h30 - Debate
17h - Encerramento

O que faz um professor bibliotecário ...?



Este vídeo, concebido pelo Library Professionals Committee, da United Teachers of Los Angeles, explicita de forma simples e clara algumas das principais funções dos professores bibliotecários.

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

ENCONTRO COM NINFA PARREIRAS

A Biblioteca do Agrupamento Vertical Jacinto Correia - Lagoa encontra-se a organizar um seminário sobre " O Brinquedo na Literatura Infantil" que contará com a presença da escritora e especialista em literatura Ninfa Parreiras, no próximo dia 19 de Março, pelas 16 horas, no Auditório da Escola E.B.2,3 Jacinto Correia.
CONTAMOS COM A VOSSA PRESENÇA!

Honório Resende na Biblioteca da Escola Secundária de Lagoa

A Biblioteca da Escola Secundária Padre António Martins de Oliveira - Lagoa tem o prazer de anunciar a promoção do livro "Dois Compadres", de Honório Resende.
A sessão de promoção da obra decorrerá nesta Biblioteca  , no dia 11 de Março de 2010, pelas 15.00 horas. O autor estará presente para prestar esclarecimentos.

A Minha Biblioteca

Reflecti durante algum tempo naquilo que poderia escrever sobre o tema - Bibliotecas.
Entristece-me pensar que nada de realmente singular poderei dizer-vos, a vós, colegas Bibliotecários, que muito prezo e que tão bem compreendem o que é “ter“ uma biblioteca.
Se vos disser que é com alegria que todas as manhãs abro a porta da minha biblioteca soará a um lugar-comum, mas é isso que sinto, sobretudo adoro sentir o odor dos livros, o burburinho que vem das salas de aula ou a azáfama provocada pela visita de uma turma.
A minha biblioteca, gosto de dizê-lo, está a tornar-se minha amiga de verdade, está mais colorida, mais vibrante, mais minha. Cada dia que passa é como se a ouvisse dizer-me o quão só ela por vezes se sentiu, o quão desprezada e infeliz na sua “prisão de livros”.
A minha biblioteca já sorri, já respira, já esqueceu as horas de tédio em que poucos a visitavam. Agora palpita de alegria quando os meninos entram, mesmo que corram, pequenos visitantes com um sorriso rasgado nas caritas marotas.
Às vezes dou por mim, esquecida das horas, embrenhada a pensar no muito que ainda me falta fazer para tornar este lugar uma verdadeira “caverna de Ali Babá das histórias e dos saberes”, onde os meus leitores “en herbe” poderão ainda conhecer o Moby Dick, o Tom Sawyer, Os Três Mosqueteiros, o Principezinho, Os Cinco, o Zezé (O Meu Pé de Laranja Lima), os animais das fábulas de La Fontaine, heróis inesquecíveis da minha infância, mas também todos os novos heróis infanto-juvenis que estão na berra e que serão mais fascinantes para eles.
Na minha modesta biblioteca, de livros muito danificados e gastos de tanto serem manuseados pelas mãos ávidas das crianças, sopra uma lufada de ar fresco que vem destes utilizadores de palmo e meio, cheios de uma curiosidade insaciável, genuína, que não poderei deixar morrer.
Por eles e para eles a Biblioteca É!
Um bem-haja para todos os colegas Bibliotecários!

Susana Frikh
( Professora Bibliotecária da E.B.1 de Lagoa)

Desporto na Biblioteca

No passado dia 18 de Novembro a escola substituiu as actividades lectivas por outras actividades escolares, nomeadamente pelo Corta-Mato Escolar.
Assim, foram determinados alguns procedimentos.
A actividade desenvolveu-se das 9h às 13h;
O Director de Turma e, na maior parte das vezes, o Secretário foram os responsáveis pela sua turma durante o desenrolar das actividades, de acordo com o mapa em anexo;
Estes professores encontraram-se com os alunos da turma respectiva na sala onde estes teriam a aula das 9h 15m, de acordo com o mapa em anexo, depois fizeram a chamada e encaminharam-nos para o exterior para assistir ao Corta-Mato ou então para as diferentes actividades a decorrer;
Os professores responsáveis pelos vários espaços “criados”, controlaram as entradas e saídas dos alunos participantes e, no final da actividade, entregaram ao respectivo DT a informação dos alunos inscritos e participantes nas actividades desenvolvidas em cada espaço;

Espaços  - Responsáveis -  Sala
 Biblioteca - Helder Correia ;Emília Firmino - Gertrudes Abrantes - Biblioteca
 Sessão de Cinema Francês ( Asterix e Obelix nos Jogos Olímpicos ) - Daniela Vidal; Jessica Fragueiro; Carina Magalhães - Auditório
Oficina da Matemática-  José Torres; Luísa Cavaco - Sala  1
Clube de Informática - Henrique Silva ; Jorge Pereira - Sala 9

A BE/CRE promoveu algumas actividades para alunos que não estes alunos que não participavam no corta-mato.
Assim, como no dia 19 se comemorava o dia Mundial do Xadrez optou-se por nesse dia promover Torneios de Xadrez os quais decorreram na BE.
Neste âmbito foram também elaboradas algumas actividades/enigmas para os alunos desvendarem.
Eis algumas fotos da passagem dos alunos pela BE:

Emília Firmino 
(Professora Bibliotecária do Agrupamento de Escolas Rio Arade -  Parchal)